O autógrafo de Jesus

Se Ele vivesse hoje entre nós, ou se nós pudéssemos ser levados por uma máquina do tempo até aqueles dias que viveu entre os homens há cerca de dois mil anos, imagino que seríamos capazes de pedir para tirar uma foto ao lado dEle e iríamos querer até um autógrafo do Nazareno em nossa Bíblia, em nosso hinário ou nas costas de nossa camiseta.

Aquela foto e autógrafo seriam para nós uma lembrança preciosa… Quem não gostaria de manter guardado na carteira um bilhetinho que contivesse um recado especial, escrito pelo próprio Cristo? Todos nós, com certeza.

Como seria um autógrafo de Jesus? Imagino que Ele faria uma dedicatória personalizada (sem nem precisar perguntar o nosso nome!). Acrescentaria uma frase que nos pudesse ajudar pelo resto da vida. E assinaria embaixo.

Aí, ficaríamos por alguns instantes encantados, admirando aquele pedaço de papel com a assinatura de Jesus… Só então, segundos depois, perceberíamos que Ele não escrevera exatamente “Jesus”, como estamos acostumados… E correríamos atrás dEle, chamando:

— Jesus, Jesus! Explica isto aqui para mim, Jesus!

Os discípulos olhariam todos para nós com cara de quem pergunta: “Como é que é? Veja bem como fala, meu irmão! Je-sus? Esse não é o nome dEle, não…” Mas o Filho de Deus, com certeza, nos ouviria. Porque Seu nome não é palavra mágica, nem senha sem a qual não somos atendidos.

Ele perdoa também nossos sotaques! E não Se importa se estamos pronunciando Seu nome certo. O que exige é apenas que tenhamos fé em Seu nome. Se alguém discorda, veja o que diz a Bíblia: “Mas a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no Seu nome.” João 1:12. Note que o Evangelho não afirma que serão feitos filhos de Deus apenas os que pronunciam corretamente o Seu nome!

“E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” Atos 4:12.

“Peraê!”, você pode estar pensando. “Quer dizer que somos salvos pela fé no nome de Jesus?” É isso mesmo! Veja, por exemplo, o que nos conta João 2:23: “Estando Ele em Jerusalém, durante a Festa da Páscoa, muitos, vendo os sinais que Ele fazia, creram no Seu nome.”

O que significa crer no nome de Jesus? Aliás, qual é o nome verdadeiro de Jesus? Ou quantos nomes teve Jesus, afinal? Que diferença faz crer em Yahshua? Jesus = Deus cavalo? Estes são nossos próximos assuntos. Aguarde.

dezembro 15, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *