Bem-aventurados os que têm dentes para sorrir…

Quando era garoto, ouvi um pastor contar a história de um vovozinho evangélico que sempre dizia para o netinho dele que cristão de verdade não sai por aí mostrando os dentes.

—- Crente que é crente anda sempre sério, meu filho. Risada é coisa de mundano! – ele falava.

E o menino ficou com aquilo na cabeça.

Um dia, os dois estavam indo juntos para a igreja e passaram perto de um burro velho, todo empesteado, cara de coitado, mais morto que vivo. A aparência do pobre animal chamou a atenção do menino. Ele se virou para o avô e comentou:

-— Vô, esse burro aí deve ser crente, né? Olha só a cara dele!

Achei engraçada essa história e nunca mais a esqueci. O pastor já nem me lembro quem era, mas a lição que queria ensinar, acho que aprendi.

Rir é Bom Para a Saúde

Protestante é bicho muito sério. Nem parece que tem certeza da vida eterna. Muitos até pensam que rir é pecado. Mas a Bíblia não confirma isso, de jeito nenhum. O que está escrito nela é que rir faz bem para a saúde. “O coração alegre é bom remédio.” – Provérbios 17:22.

Salomão disse isso faz quase três mil anos. E hoje, a Medicina comprova que estava absolutamente certo. por exemplo, o médico japonês Kiyoyan Arikawa garante que “umas boas gargalhadas por dia são indispensáveis à boa saúde mental e física.” Na opinião dele, o humor é um dos oito segredos para um viver mais prolongado e saudável.

Riso, Estimulante Intelectual

Pesquisas recentes demonstraram que o riso é uma espécie de estimulante intelectual, que predispõe a mente para resolver criativamente os problemas, melhora a produtividade dos adultos no trabalho e aumenta o rendimento da aprendizagem de crianças e adolescentes na escola. Quem ri, assimila e produz muito mais!

Por incrível que pareça, estudos feitos em hospitais e centros de tratamento de câncer nos Estados Unidos mostraram que o humor é algo tão sério que pode ser usado como complemento no processo de cura. Por isso, muitos hospitais decidiram criar salas, bibliotecas e canais especiais de TV dedicados exclusivamente ao humor para ajudar os pacientes em sua recuperação.

Sorriso é Antídoto Até Contra a Insônia

Entre os benefícios comprovados de umas boas risadas está o aumento da imunoglobolina A na saliva. Essa substância ajuda o sistema imunológico a combater gripes, resfriados e sinusites. O riso é também um excelente antídoto contra a insônia.

—- O humor nos faz bem em todos os sentidos. Desenvolve a inteligência e é útil à sociedade. Distingue os homens dos animais e é a atividade mental mais importante depois do sonho para nossa saúde psicológica. Chega a ser necessário à nossa sobrevivência, porque nos ajuda a entender o meio em que vivemos, a avaliar a estrutura ou a debilidade das pessoas que nos cercam e a obter dados que tornam a vida mais fácil – afirma o professor Nicholas Emler, titular da cadeira de psicologia da Universidade de Dundee, na Escócia. Assim fica fácil entender porque a Bíblia afirma que “do Seu trono lá no Céu, o Senhor ri”. Salmo 2:4.

Deus Risonho e Brincalhão

Jesus sorria e dizia coisas engraçadas com freqüência, o que não quer dizer que Ele não levasse Sua missão neste mundo muito a sério. Ele queria dar saúde e uma nova visão de mundo às pessoas também através do humor, revelando uma outra face do Pai. Em lugar de um Deus irado e vingativo, um Deus risonho, brincalhão, bem-humorado, capaz de imaginar e criar o chimpanzé, o hipopótamo, o bicho-preguiça e outras piadas da Natureza!

Quer um exemplo do bom humor de Cristo? Leia nos Evangelhos sobre a vez em que disse que era mais fácil um camelo todo desengonçado passar pelo buraco de umaaglha do que um rico pão-duro entrar no Céu. Essa comparação exagerada, com certeza, deve ter provocado boas gargalhadas entre o pessoal que O estava ouvindo.

Flagrante no Bar

Certa vez, o pessoal da comissão da igreja se aproximou de Jesus e o condenou por tê-lo flagrado numa mesa de lanchonete, bar (ou coisa parecida), bebendo suco, mas conversando com uma galera “sangue ruim” da cidade.

—- Se você é o Messias, o Filho de Deus, o que é que está fazendo num lugar como esse, no meio desse tipo de gente?Diz o Evangelho (em outras palavras, claro!) que Jesus não perdeu a esportiva e calou a boca dos engraçadinhos.

—- Lugar de médico é junto do doente, minha gente! Ou não é?

Se Cristo vivesse tão tristonho, sério ou carrancudo, como alguns pensam, teria bem menos que doze discípulos. Quem iria largar tudo para passar o dia todo na companhia de um Mestre que estivesse sempre de cara fechada? Só Judas mesmo, talvez, se pudesse ganhar algum dinheiro com os milagres, como fazem alguns “pastores” hoje. E olhe lá!

Piadas Didáticas

Pode-se tirar lições muito sérias de todas as parábolas de Jesus, mas não dá para imaginar um caipira “semeador” que não escolha com cuidado o lugar onde vai plantar e saia espalhando sementes para todo lado, a menos que esteja bêbado! E aquela história do sujeito que tinha 100 ovelhas e largou mão das outras 99 para ir atrás de uma que havia sumido? Será que ele era “turco” ou “português”?

Outro bom exemplo de “piada didática” é aquela parábola do fariseu e o publicano. Um santarrão metido e um safadão arrependido estavam orando juntos na mesma igreja. O primeiro tinha certeza de que Deus o ouviria, porque se achava bom demais. O segundo contava apenas com a camaradagem divina. Adivinhe quem foi atendido!?

Jesus e a “Pegadinha” dos Saduceus

Outra situação divertida do ministério de Jesus foi a vez em que os saduceus, que não acreditavam em anjos nem em ressurreição, prepararam uma “pegadinha” para tentar enrolá-Lo. Eles queriam saber com qual dos maridos uma mulher, que se casara sete vezes na Terra, iria ficar no Céu. Mas Cristo matou a charada no ato, virando o feitiço contra o feiticeiro. Disse-lhes que todos nós seremos como anjos, depois da ressurreição!

Assim, quem se deu mal foram eles, que não puderam usar as palavras de Jesus em defesa de suas idéias. Caso contrário, teriam de admitir a existência dos anjos e também a possibilidade da ressurreição.

Para localizar outros momentos de descontração na vida de Jesus, adquira uma Bíblia de linguagem mais simples e abandone seus preconceitos contra o humor. Se estiver mesmo disposto, logo vai encontrar um Cristo diferente, alegre, com um sorriso acolhedor estampado no rosto.

dezembro 14, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *